domingo, 25 de julho de 2010

O rio se agita
Eu fico alegre e cogito
Será que eu existo?
Ou seria só um sonho?
Onde ponho minhas idéias
Minhas emoções
Porque eu sou o próprio rio
Não o de janeiro
Nem o grande do sul , nem o do norte
Sou o rio
Que sabe sorrir
Sabe existir
Sabe o que é bom
Sabe assistir , ouvir , dançar
Um belo som.

sábado, 24 de julho de 2010

De vez em quando me sinto solitário
Um homem sem destinatário
Mas com todas as correntes libertas
Abertas , somente abertas
Achar não é fácil
Mas nem que seja no final do segundo tempo
Encontro uma companhia
Que me deixa alegre hoje e todo dia.

segunda-feira, 19 de julho de 2010

10000000%

Cem por cento
Mil por cento
Tanto importa
O que importa é essa alegria minha
Que insiste em se expandir
Se dirige para todos os cantos
Em todos os cânticos
Estou do seu lado
E ao mesmo tempo estou voando
Se um dia alguém me ouvir assobiar
Pode ter certeza
Esse é Ossabiá.

domingo, 11 de julho de 2010

Onde será?
Alguém viu as cores do Brasil
Não foi ela
Muito menos eu

Então digo
Tudo apareceu
E tudo se esqueceu
Onde será?

O mudo falou
O cego enxergou
O surdo ouviu
As vozes do nosso povo
As vozes do Brasil

segunda-feira, 5 de julho de 2010

eu queria postar aqui
mas não devia ir
deu somente para alguém rir
hahaha
eu sou o palhacinho que estoura pedras
viu
num ficÔ uma %$*&**(¨
tchau