segunda-feira, 6 de outubro de 2014

O mundo e sua paciência

O mundo é paciente
Espera por habitantes mais zelosos
Por dias melhores
Por vida enquanto puder existi-lá

O mundo quer agradar ao natural
E não o anti disso
Quer belezas no seu interior
Quer oxigênio para respirar
Gerações para habitar
Transformações a acontecer

Não quer desastre
Não quer morte
Não quer fim

O mundo é paciente sim
No entanto exigente
Enquanto existir quem cuide dele
Não existirá ruínas

Que as árvores floresçam
Que os beija-flores amem
Que os rios corram em direção a mares majestosos
E que a humanidade respeite seu habitat

Enquanto existir vida o mundo estará presente
Se não estiver
É porque esse gigante poderoso
Não foi paciente.

terça-feira, 23 de setembro de 2014

A perfeição é meu alvo
Quero desapegar do inútil
Quero chorar alegre
Chorar por chorar
Quero ver a vida sem ser ressentida
Que os justos sejam também humildes
Que os ímpios tenham um coração mole
Que eu ame sem pensar duas vezes
Que não desanime mesmo com tudo ao contrário
A rotina deve ser aleatória
A poesia deve ser meu leme
A música deve inundar minha mente
Amigos devem estar sempre a alcance
Perdoando devo estar crescendo
Crescendo e ficando velho devo estar me redescobrindo
E descobrindo um mundo novo
O amor deve ser direito e dever de todos
O mundo pode até acabar
E mesmo que eu nunca chegue lá(perfeito)
Quero bater no meu peito e dizer
Tentei
E não desisti
Escorreguei algumas vezes
Mas tentei.

terça-feira, 5 de agosto de 2014

Um dia a gente chega lá
Por entre pedras , fronteiras
Por entre gentes , besteiras
Por entre certezas , escorregões
Diante um horizonte , um paredão
A gente segue a vida
As vezes meio sem rumo
Mas sabendo que uma força maior
Nos leva ao lugar certo
Na hora certa
Indiscreta pode ser
Caminhando devagar
Um dia a gente chega lá
Aonde sonhamos
Com gana, e quem sabe grana
Com vontade de ser feliz
O paraíso não precisa ser necessariamente longe
Pode estar bem na ponta do nosso nariz
Porque quando não se consegue exatamente o que se quer
Provavelmente é para um bem maior
Entre nuvens, um avião
Entre a terra, um clarão
Entre meu coração , alguém
Vou em busca daquilo que me faz bem.

domingo, 27 de julho de 2014

Capoeira,
Mistura de forças , ancestralidade e leveza
Nos mostra as forças da natureza
Através da ancestralidade
Qualquer que for sua cor ,credo , ou idade
Força oculta da humanidade
Utopia máxima , mas possível do nosso coração
Mexe para lá e para cá
Na mandinga de angola
O ritmo é de se apaixonar
No som do berimbau
Deus se mostra presente
Entre o agora , o pretérito e o futuro
Mérito de todos os mestres
Capoeira é vida
Capoeira não pode ser contida
Capoeira se decifra através dos séculos
Através dos oráculos
De chapel ou óculos
De nossa mãe africa
Para nosso deslumbroso Brasil,
Capoeira de angola
Quem viu , viu
Quem não viu verá
Paz no mundo camará

quinta-feira, 17 de julho de 2014

Câncer

Estou apaixonado
Não sei se por uma pessoa especial
Pela vida ou pelo simples fato de viver
Parece que meu coração bombeia sangue sem parar
Com rajadas incessantes
Por todo meu corpo
Meu cérebro fala
Ame sem medo de amar
Espalhe amor porque pega
Mas de repente meu coração cresce sem parar
Quer parecer com coração de mãe
Sempre cabe mais um
Ou mais dois
Ou mais dez
Ou mais mil
Pode ser do tamanho do Brasil
Então este músculo precioso estoura
Foguetes no céu
Quem sabe um dia eu também vire estrela
Morro sem morrer
Morro de paixão
Explode coração.

Eis o poeta
Sou um homem assim
Um poeta revolucionário
Não importo com o que pensam de mim
Mas gosto que sejam claros
Se me ama diga que me ama
Se me odeia diga que me odeia
Se sou amigo diga isso
De inimigo sou de ninguém
Não sou de esquerda, nem direita
Nem central
Nem do mal
Sou do bem
Alguém me disse uma vez
"continue crescendo"
Sem pestanejar
Gosto dessa expressão:
"Sem pestanejar"
Pronto para amar.

sexta-feira, 11 de julho de 2014

Tudo tem sua hora


Penso numa borboleta
E no seu encanto ao voar

Penso num rio que corre
Na mesma intensidade em que a vida segue

Penso no nascer de uma planta
Como o encantamento da alma

Penso na chuva que cai
Como uma casa a ser construída por formigas

Penso num pensamento qualquer
Como o maior milagre que há

Penso na vida e na contra-regra da vida
Que é a morte

E penso que a morte é a única maneira da gente parar de pensar.

Os olhos da alma

Os olhos da alma

A alma enxerga
A alma vibra
A alma chora
A alma ri por boca afora

Os olhos da alma estão num sorriso
Num dançar
No jeito de falar
Naquilo que se quer com fé
Consegue-se de uma forma ou de outra

Os olhos da alma são espectro de divindade
São luzes em cores vibrantes
Porque o que o que enxergamos
É também o que sugamos de mais extraordinário
Do que nos foi dado

Enfim vejo você
Vejo a luz
Ouço o som das palavras pronunciadas por um fulano qualquer
Só disso acontecer vale a pena exaltar
Como é bom ser o que é.

domingo, 25 de maio de 2014

Sonhos com pelos brancos

A plumagem minha é uma nuvem branquinha
Plácida e as vezes gosta de chorar
Ou de se exclamar
Nunca peço para parar
Onde ando me desfaço
E com dois ou três traços
Me faço um jacaré, um jabuti , uma lava-pé
Porque aqui onde vivo
Consigo acreditar
Que não possuo inimigo
Estou no céu mas não sou anjo nem Deus
Sou a nimbus
Que busca na sua essência
A mais linda luz.

sexta-feira, 25 de abril de 2014

Não Pare

Não pare

Parapsicologia
Paralização
Parafernália
Para todos
Paranormais
Para por aí
E paradoxo
Perante o pare

Continue.

segunda-feira, 21 de abril de 2014

Partida ao Luar

Creia nos seus pulos
Nos saltos em saltos
Se chega la
Na proximidade da Lua
Vamos, vamos
Vamos entrar pelo cano
E juntos abraçar nosso mano
Um  marciano que seja
Também pode ser filho do Altíssimo
Oh, estrela criativa
Brinda comigo mais um poema
A noite não é simples
Nem pequena
Mas é minha chegada
E minha partida.
Me passa a vontade de ceder
Procurarei ir depois
Darei de presente
Os mais doces beijos
Da minha juventude
Esta que me é estranhado
Arranha versos
Com suas garras prosaicas

Quando voltei do paraíso
Trouxe uma conchinha
Encontrei na areia
A areia sou eu
O paraíso é você
E a conchinha é o desejo de ter.

Um relâmpago se dissolve no ar
Gotas caem
Penso que a única solução é amar.
O que estou sentindo agora
Explosão , olfato , tudo , tato
Trato, destrato
E o que estou sentindo agora
Pensando no que os outros vêem
De mim
Daquilo que se foi
O que ouvem
É o mesmo que ouço?
Penso e sinto que estabeleço
Ruínas
E delírios diante de mim
É isso que estou sentindo agora.

sexta-feira, 18 de abril de 2014

Tudo está mudo
Será meu coração
Ou o mundo
Se for a primeira opção
Chorarei por uma eternidade
Formarão mares através de mim
Mas se for a Terra
Terei que dar som a Tudo
Recriar as canções de Mozart e Bach
Afinal de contas o mundo tem que falar.
Beijo consolidado
Meu coração ao lado
Minha cabeça insana
Meu corpo inquieto
Tudo isso debaixo do mesmo teto
Deitados a mesma cama
E uma voz me chama
Vem meu bem
Deixa tudo acontecer
Que um dia
Ah , se esse dia chegar
Não tem a não ser você
A quem amar.

Átomos platônicos

Meu computador quebrou
Não se contam nem os megas , nem os kilobytes
Vai te sofrer um bocado
Mas é machucado que sara
Manda para o consertador
A dor desaparece
Eu desapareço desse mundo por um tempo
Causa suicídio inevitável , que acabou por não acontecer
No CTI o pc esteve
Saiu da coma e do coma
Eis que o computador é minha cabeça
Bombeada de informação
Só queria cura, luz , e nenhuma ilusão.

sábado, 12 de abril de 2014

Acontecimento acontecido
Meu nariz foi retorcido
Minha mente aberta
Eis a descoberta
Sou multicolor
Como a pena do pavão
Eis então
Dormiremos ao chão
Só você e eu
Por isso Deus me agradeceu.

domingo, 6 de abril de 2014

Melodiar é amar
Estar aqui
Como estar em outro lugar
Escutar
Palavras minhas suas nossas
Entre prosas
Melodiar é poesia
É estar vivo
De noite e de dia.
A partir do ponto
Se tem algo pronto
Pode ser meu doce
Pode ser meu néctar
Pode ser o que eu acho
Que me faz assim
Pronto
A ferro e fogo
Sem ferida
Descontinuação descontituida.
Vem doar tem dois sentidos
Pelo menos para mim
Aquilo que doa para mim ou para você
Ou aquilo que vem do ar
Ou melhor do vento
Docente, duelante ,o encanto
Que vem duas coisas boas
Do coração
Da mente
Pro pão
O que será que há por detrás das montanhas
Será que existem outros reinos
Ou outros mundos?
Um dia irei ver
E sugiro que tudo
Seja tão bom que não possa imaginar
Assim deve ser o paraíso
Algo conciso que só de imaginar
Estralando-se os dedos
Estamos lá.
Vida vivida
Com dívida dádiva ávida diva
Com isso tudo
Tomara que você consiga

Coisa de amigos

Amizade me leva a igualdade
Pensar que sou igual a você
Me faz ter fascínio pela vida
Escondida no meu peito
Sujeito a tantas emoções
Contradizente a nossa mente
Quase sempre está contente

Facilidade de ser feliz
É como amar a atriz
Que contracena na novela
Com o ator
Dando beijos figurativos
Cena ativa
Coisa de amigos.

quinta-feira, 3 de abril de 2014

É o fim

Vento que sopra
Vento que soa
Ecoa para todos os cantos
Entra no meu pranto
Se sugere e adere sem permissão alheia

De um tremor de dentro de mim
Se faz uma colisão
É meu coração palpitando
Assim meio sem direção

A enchente de lágrimas que vem por acaso
Deixam cegos meus olhos
Estou quase paralítico
Perante a minha situação
Fazer o quê?
Alegre , um dia vou parar debaixo do chão.

segunda-feira, 31 de março de 2014

Coração e alma

O que queres de mim bendita alma parceira
Quer um gole de minha alegria?
Ou quer se aprofundar nas minhas tristezas?
Quer amar como amo?
Quem sabe tem jeito
Para tudo tem jeito
Até dessa alma suspeita
Ser minha alma perfeita
Aquela que completa o lado direito do peito
por que ao abraço dado
se encontra outro coração
Não é o nosso
Mas é vivo também
Já passou almas e maldades por aí
Bonito é isso
Sentir o que a alma nos propões
E poder se distrair.

sexta-feira, 21 de março de 2014

Da cabeça ao coração



Estou desesperado
Estou esperando
O meu passado passar

Quero doces dos deuses
quero vinhos santos
Quero carne macia

Volto num universo de entrega
Onde nem sei onde vou cair
Sonhei que estava voando
E realmente estou
Virei um anjo
Tomara seja do bem
Anjo mau, eu?
Não

Imagina
Alucina
Adrenalina

Tudo vai parar aqui em cima
Sentimento duplo
Razão e emoção
Da cabeça ao coração

quinta-feira, 20 de março de 2014

Viver

Vida é feita para viver
Viver a alegria
Viver a tristeza também
Faz parte da vida se arrepender
Viver para lembrar
Viver e não esquecer
Viver para um dia
Gostar de envelhecer.

terça-feira, 18 de março de 2014

Ter a mulher amada
é como sentir o perfume dela nos sonhos invisíveis
é como sentir o toque de seda do lençol que se dormia ao lado
Sendo comparado a pele da mesma
é como viajar para o polo norte e sentir o calor de um país tropical
E se achar um babaca diante tanta formosura ao seu lado
Também tomar sorvete e se lambuzar
Sem se preocupar com isso.
Algo sem compromisso

Ter a mulher amada
é ser a mulher amada
Pois quando se tem dois que se amam
Formam um só

Ter a mulher a mada
é se sacrificar , não importando onde , quando , nem como
Estando até mesmo em coma

Ter a mulher amada
é passar as luas de mel, num bangalô qualquer
Pensando estar na adorável capital do amor :Roma.

terça-feira, 11 de março de 2014

O pulo do gato
Fez miau
Tal felino
com cada pau
Um misterioso sonho se fez
em que o mundo era bom
Para todos nós
Não existia mau
Cada canto era ideal para quem se tornara tal como qual
Os gatos eram felizes
Os cães também
Coelhos libertinos
Amavam alegremente
E nós humanos poeticamente
Expandiam o amor
Tudo era amor neste sonho
Sera o paraíso?
Pode ser que sim
Para construir ele
Basta um sorriso
De um anjo querubim.

terça-feira, 4 de março de 2014

Então é carnaval
Pedimos o aval de Deus para nos divertir
Durante cinco dias sem parar
Pulamos em bloco
Não importa qual ritmo for
Axé , samba , jazz
Para o carnaval , toda a galera grita
Yes.

segunda-feira, 24 de fevereiro de 2014

Entre tanto
Entre os prantos
Entre pelos cantos
Uma flor nasce entre a parede
Descansarei na rede.

quinta-feira, 20 de fevereiro de 2014

O que é o amor?
O amor é colher uma fruta madurinha no pomar
O que é amar?
Amar é entregar essa fruta para seu grande amor
Seja uma maçã , uma laranjinha serra d´agua
Seja uma jabuticaba colhida no pé
Para ter amor
Basta ter fé
Fé naquilo que se é
É como se entregar de corpo e alma a sua mulher

terça-feira, 18 de fevereiro de 2014

Bom dia 
Good Morning
Boa manhã
Sapo cantou a noite toda
Hora de caçar rã.

quarta-feira, 15 de janeiro de 2014

Fix

Quanto aos meus olhos
Sempre voltados a você
Só querem você
Me faz perder o limite do bom senso
Por que o que eu mais quero é um lenço
Enxugar minhas lágrimas
Pelas palavras sinceras que me destes
Se olhar agora a oeste
Não terei você
Como olho a leste
Passo no teste
Que é nunca te vista perder.