quinta-feira, 17 de julho de 2014

Eis o poeta
Sou um homem assim
Um poeta revolucionário
Não importo com o que pensam de mim
Mas gosto que sejam claros
Se me ama diga que me ama
Se me odeia diga que me odeia
Se sou amigo diga isso
De inimigo sou de ninguém
Não sou de esquerda, nem direita
Nem central
Nem do mal
Sou do bem
Alguém me disse uma vez
"continue crescendo"
Sem pestanejar
Gosto dessa expressão:
"Sem pestanejar"
Pronto para amar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário